Telas menores, problemas maiores


Alysson Lisboa Neves

Se você tem mais de 30 anos, provavelmente teve o primeiro contato com a World Wide Web na tela do seu computador. Pois é, hoje não é mais assim. Estamos no ano em que o mobile já ultrapassou o desktop no acesso à internet. As novas gerações estão conectadas por meio dos dispositivos móveis e isso tem uma explicação. O preço dos celulares está caindo entre os modelos básicos. Para se ter uma ideia, no Brasil o 3G cresceu 123%, segundo pesquisa realizada pelo Google. A classe C tem 48,3 milhões de usuários de smartphones e fôlego para crescer é o que não falta.

Recentemente, o Google apresentou em diversas capitais o Mobile Day, evento que marca uma profunda mudança na mensuração de resultados e nos negócios que envolvem a internet. O evento trouxe dados sobre a internet mobile e mais: mostrou a mudança na medição de resultados das campanhas on-line. Se seu site não estiver preparado para dispositivos móveis, o Google irá reduzir sua relevância e rebaixar sua localização na busca orgânica. Quer saber se seu site está pronto para o mundo mobile? Faça um teste clicando aqui.

Mobile day Google
Os sites devem estar preparados para o mundo mobile. O Google chama isso de Mobile First

Comércio eletrônico nas telinhas

Um dos entraves para que o comércio eletrônico ganhe espaço no Brasil está no baixo investimento das empresas em sites mobile. Quem tem paciência para preencher os intermináveis formulários on-line? Eles geralmente travam e pedem informações demais para uma experiência em telas tão reduzidas. Efetivar uma compra no celular é, muitas vezes, uma tarefa árdua. Fiz um teste com uma das mais tradicionais pizzarias de Belo Horizonte, a telepizza Mangabeiras. A tela para preencher os dados do primeiro cadastro é cansativa até mesmo na tela do desktop. Não existe versão mobile e isso torna a tarefa de navegar no celular algo enfadonho. Você precisa ficar “pinçando a tela” o tempo todo. Faça o teste e confira quanto tempo irá gastar para preencher o formulário acessando o site pelo celular.

Tiramos o celular do bolso, em média, 150 vezes por dia. O smartphone é hoje apêndice do nosso corpo. Mas será que isso continuará ainda por muito tempo? A internet vestível está cada vez mais próxima de nós. São relógios, bonés, roupas e diversos acessórios conectados à internet. Os primeiros a chegar são os relógios inteligentes. Apple, Samsung e Motorola já comercializam modelos que, integrados aos respectivos celulares, ampliam a experiência do usuário e facilitam nossa vida. Mas será que essa moda pega? Alguns especialistas afirmam que os relógios inteligentes irão substituir o smartphone. Poderemos realizar todas as funções em um só aparelho preso ao pulso. Será? Tenho lá minhas dúvidas. Você já tentou digitar algo na tela de um smartwatch? Além de ter que disponibilizar as duas mãos para qualquer operação, – e você precisa ter equilíbrio no corpo para fazer isso –, é muito desconfortável digitar em telas tão pequenas.  Acredito que os relógios inteligentes podem servir para mostrar pequenos textos como notificações do Whatsapp, por exemplo, ou receber vouchers promocionais quando estiver passeando pelo shopping, evitando, assim, a retirada do celular do bolso.

Red tomato
A pizzaria Red Tomato: Com um clique sua pizza favorita chega até você. Pena que não moramos em Dubai

Mas além dos relógios, com a redução do custo na produção de hardwares, a internet definitivamente saiu da tela do computador para invadir nossas vidas e pequenos aparelhos. Voltando à história da pizza que falei acima, enquanto algumas lojas virtuais oferecem experiências negativas de usabilidade em sites preparados apenas para desktops, já é possível pedir pizza apertando o dedo no ímã de geladeira. Um toque apenas e pronto. Não acredita? A Red Tomato em Dubai já está testando isso. É de dar água na boca! Assista.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s